sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Depois de um tempo..




Depois de um tempo você percebe que o tempo passou, que muitas coisas aconteceram, muita coisa mudou. Percebe que aquela calça não te serve mais, que o teu corte de cabelo já está fora de moda, que o seu pique pra balada não é mais o mesmo e que as mágoas que levou consigo durante anos só trouxeram rugas em teu rosto.

Depois de um tempo você percebe que os teus valores mudaram, que você até vira uma cambalhota, mas sabe que vai ficar com dor nas costas depois. Percebe que ouviu muito, falou muito e mesmo assim sente que ainda tem tanto para falar e tanto para ouvir. Percebe que chorou muito e ainda sente aquele nó na garganta como se tivesse algo faltando ou sobrando.

Depois de um tempo as alegrias viraram lembranças e, volta e meia você relembra para poder sorrir novamente. As tristezas você procura deixar de lado, mas as vezes vale pensar para poder lembrar que aquele momento te fez mais forte. Você percebe que o filho não cabe mais no colo (na verdade ele não quer mais colo rs), percebe que não dá mais pra ficar uma noite inteira acordado e que passou a frequentar mais a casa dos amigos casados do que as festas com a turma de solteiros.

Depois de um tempo você aprende a entender várias coisas, mas nunca irá entender outras. Você aprende que o valor das amizades e da família vai muito além do que você imagina. Você aprende a pedir desculpas e percebe que isso faz muito bem, que consideração pode ter um significado diferente para outras pessoas e que não é certo esperar que os outros tenham as mesmas atitudes que você teria, afinal, as pessoas são diferentes.

Depois de muito tempo você percebe.. você aprende..


sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Ser pai de menina é..




Ser pai de menina é aprender coisas novas, as quais você nunca imaginou dar atenção.
É descobrir que a cor que você chamava de rosa na verdade é rosa pink e, que além dela existem vários outros tons.
Ser pai de menina é se pegar lendo revistas de penteados infantis;
É tentar entender o mistério de se fazer uma trança e que tic-tac não é aquela balinha e sim uma coisinha para prender cabelo.
É ser muito visto na área feminina das lojas, parado de frente para várias roupinhas, perdido sem saber o que comprar.
É brincar de fogãozinho e imaginar que tem comida nas panelinhas;
É dar papinha e trocar fraldas de bonecas.
E por falar em brincadeiras.. ser pai de menina é usar maquiagem fora do carnaval, é pintar as unhas, é brincar de desfile de moda, é contar historinhas da princesinha, da joaninha, do coelhinho rosa que tinha filhotinhos rosa e morava em uma casinha rosa rs.
Ser pai de menina é se importar com os acessórios cheios de estrelinhas que estão no cabelo dela para não cair;
É ter os olhos marejados e um nó na garganta constantemente;
É ter na troca de olhar toda a comunicação e cumplicidade do mundo.
Ser pai de menina é achar coisas fofas, gracinhas, belezinhas e muitas outras coisas no diminutivo;
É vestir uma asinha pra brincar de fada e sair voando pela casa;
É aprender a combinar roupas e, ai de você se não deixar ela escolher a roupinha que quer vestir.
Ser pai de menina é levar no peito, para o resto da vida uma pequena bailarina cor de rosa que nunca irá crescer.


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Cansei de devanear...


... mas isso não é tristeza!
Estou encaixotando tudo, meu coração esta guardado.
Guardado para mim mesmo.
Eu queria a fórmula do equilíbrio da razão e coração.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Barquinho de Papel


Vivo tentando me manter à frente das emoções;
deixando de lado a antiguidade das lembranças de tudo aquilo que eu era.
À tiracolo a capacidade de sonhar que volta e meia se torna capacidade de sofrer.
No vai e vem dos dias volto ao ponto de partida para não perder a primeira beleza das frases, das palavras seguidas.
Te inventei assim de repente, em uma nudez sublime nas linhas tortas de devaneios do meu imaginário.
Será que todos os homens podem ser poetas ou isso é apenas um raro momento de emoção?
Então deve ser um momento contínuo; uma eterna resposta do meu ser traçando linhas e mais linhas de poesias.
Poesias que me vendem ilusões, imagens movidas de algo que queria ou quero e não consigo.
Não sei aonde buscar as respostas, nem sei se fiz as escolhas certas.
As vezes me sinto navegando em um barquinho de papel à deriva em um mar deserto.
Eu, navegante sem rumo.. deixando segredos abertos.
Quero um amor novo, leve e envolvente.
Um amor que nos deixe nos braços do vento, envolto em palavras certas, as tais palavras raras tão especiais que dizemos.
Quero um amor digno para que o poema vivo não se transforme em poema morto sem nome nem autor.
Já ouvi que o amor não escolhe pessoas, escolhe almas.
Pois aqui coloco minha alma, pronta para ser escolhida.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Justificativa


Olá para todos!
Vim aqui rapidinho para justificar minha ausência do blog.
Tenho trabalhado em alguns projetos muito importantes para minha carreira e o tempo que me sobra estou dedicando à minha princessinha que hoje completa 2 meses e 23 dias!
Prometo não abandonar o blog, amo muito escrever e logo logo estou de volta.

Um grande abraço a todos!


"Meu olhar nunca esta perdido quando você esta à minha frente"

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sentido Subliminar


Acho que já esperei demais ou é a minha ansiedade que faz o tempo passar muito devagar.
Seja como for, onde e quando for.. eu ainda continuo e continuarei aqui; na vida do meu mundo; no mundo da minha vida.
Os jogadores de futebol continuarão ganhando rios de grana e eu continuarei pagando para jogar com os amigos no fim de semana. É, dá R$3,00 de cada para alugarmos a quadra. Mas vale a diversão!
Algumas pessoas pagam para se divertir enquanto outras ganham para isso rs.
Despertador... banho... roupas... café... trabalho... pensar... criar... recriar
Ah, hoje eu desisto! Será que vou me arrepender por esperar demais?
É.. dia confuso.. não sei se faço uso de Verdana ou Tahoma.. de qualquer forma palavras são palavras.
E o coração que não se cansa de você.. são só mais alguns dias; o dobro de horas, o triplo de minutos..

Minhas asas estão secas, prontas para voar.
Eu sou livre e se falo bobeira ou dou risada alta é pra chamar tua atenção.
E mesmo que a piada seja sem graça, faço isso pra você.. pra mim..
Acreditando que um dia podemos ser nós.

domingo, 27 de setembro de 2009

Coisas boas da vida



Receber cartas e escrevê-las.
Esperar uma ligação; melhor ainda é recebê-la!
Ir encontrar aquela pessoa; esperar por ela; ver ela chegar rs
Sentar na calçada no fim de tarde com os amigos.
Dar risada com eles é muito bom!
Encontrar com um velho amigo e descobrir que tem coisas que nunca mudam.
Abraçar a pessoa que você ama.
Ganhar um abraço dela tbm!
Correr para o abraço.
Rir até sentir o rosto doer.
Acordar de repente e perceber que ainda pode dormir algumas horas.
Passar a madrugada conversando com alguém especial.
Ir a um bom show com os amigos.
Descobrir que o amor é eterno e incondicional.
Ganhar presentes é muito bom!
Goiabada com queijo.
Barulho de chuva no telhado, cheiro de chuva no asfalto, no campo..
Dormir de conchinha.
Fazer amor é muito bom! Repetir a dose é melhor ainda rs;
Tomar sorvete num dia de muito calor;
Sentir o vento no cabelo;
Pensar naquela pessoa especial;
Estar com ela; dormir com ela.. acordar com ela;
Ver a janelinha do msn subir: "Tal pessoa acabou de entrar"
Receber sms é muito bom!
Passear de mãos dadas;
Passar o domingo todo só na preguiça rs.
Edredon numa noite fria.
Tirar foto com os amigos;
Praia, lagoa, rio..
Café quentinho de manhã;
Cinema;
se for com a companhia desejada é melhor ainda!
Sonhar que estamos voandoooo!
Gelatina de morango;
Pudimmmmmmmm!! rs
Ganhar um bilhetinho;
Se apaixonar;
Ser correspondido;
O primeiro olhar;


...


Bom, essa lista com certeza é extensa.. existem muitas coisas boas, muitos momentos bons em nossas vidas.
Há muitas coisas que fazíamos quando éramos crianças que não vejo as crianças de hoje fazendo.
Vai dizer que vc não gostava de brincar de Pique-esconde, Pique-ajuda..? rs

Então deixo aberto o espaço para que vocês cooperem com o post, contando, lembrando algum bom momento ou uma coisa boa de nossas vidas ;)

Bjão e Abraços a todos!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Estranhos corações


Agora que mudei o rumo nem sei para onde vou
se vou te encontrar pelo caminho ou se daqui pra frente tudo será saudade.
Só sei que tudo me desperta, me deixa ativo, atento e assustado;
como o barulhento despertador pela manhã que insistentemente grita comigo.
Mas nem sempre me rendo a ele; algumas vezes o venço lançando uma
almofada e atingindo-o bem em cheio.
Nessa minha última manhã, fiz questão de levantar antes do despertador me chamar.
Tomei meu banho e andei pela casa. Fui conhecer os cantos, ângulos de onde eu nunca olhei.
Me sentei e vi minha casa de vários modos, várias pespectivas.
De malas prontas, calado.. e ouvindo o silêncio me dizer que a culpa não foi sua.
Nem sei se houve culpa; vivemos o que tínhamos para viver;
Bebemos do nosso vinho.. saboreamos nossas vontades.
E agora nossos corações são estranhos corações.
Espero que só tenha boas lembranças de nós; espero que de mim só guarde o que deixei de bom.
No mais, deixe que o tempo se encarregue de nos unir denovo.
Nunca se esqueça, terá notícias de mim.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Camilla


Minha filha nasceu!
A Camilla veio ao mundo com 2k 905g e 48cm. Hoje completa 3 dias de vida.
Durante 9 meses vivi uma experiência única e inigualável. Acompanhei cada momento, cada consulta e chorei feito criança na ultrasom rs. Depois chorei denovo quando a vi no berçário da maternidade rs.
O amor pelos filhos não é igual ao amor entre homem e mulher que vai surgindo aos poucos; ele vem todo de uma vez em uma explosão só.
Quando segurei minha filha pela primeira vez, percebi que a amava infinitamente, meu coração disparou e uma sensação de ansiedade misturada com conforto, alívio.. tomou conta do meu corpo e continuo sentido isso enquanto escrevo.
Agora tenho um pedaço do coração batendo fora do peito.

sábado, 15 de agosto de 2009

Mesmo que venham lágrimas



Vou pensar em você mesmo que venham lágrimas;
mesmo que meu coração doa; mesmo que minha alma grite.

Vou pensar em você, pois estou com saudades de casa;
porque esse é o melhor momento do meu dia;
e porque talvez, isso possa me curar.

Já faz tempo que saí daí, mas teu cheiro sempre vem comigo.
Chego em casa e somo ao teu cheiro de ontem guardado em meu travesseiro.
Então eu desisto... e me entrego.

Queria poder entender porque sempre acordo na melhor parte do sonho;
Saber se irei acordar quando for te beijar.




----------


Peço a todos que leiam pausadamente.. que respirem em cada pausa..
Assim será possível sentir o que foi proposto em cada verso.



----------
PS: Peço desculpas pelo sumisso repentino.. andei muito atarefado nessas últimas semanas.
Prometo postar com mais frequência..
Abçs a todos e muito obrigado pelos comentários!